SQL na Caixinha
5 (2)

Que o SQL pode rodar em container já não é novidade tem um tempinho.

A facilidade que isso nos trás para testar recursos, novidades, configurações, bugs, etc. ajudou demais.

Só o trabalho de subir um SO, configurar todo o SO, atualizações do SO, baixar a instalação do SQL, todo o processo de instalação, atualização, configuração já cansa só de lembrar.

Tá certo que com a vantagem na nuvem podemos subir qualquer configuração a qualquer momento, só dependendo do limite do cartão de crédito, mas com o Docker, da pra fazer basicamente a mesma coisa sem precisar de uma conta em alguma nuvem, sem ter que ficar instalando um monte de binário com um monte de biblioteca, não se preocupando se está no patch certo do SO, etc.

Basicamente com duas linhas de comando você consegue “rodar” qualquer SQL Server do 17 até o 22 em qualquer cumulative update que houve nesse meio tempo.

Para começar, instale o Docker Desktop (https://www.docker.com/get-started/);

Após alguns restarts e atualizações você deve ter ele pronto no seu PC.

Agora, no Terminal, PowerShell, CMD digite o comando abaixo:

docker pull mcr.microsoft.com/mssql/server

Espere ele carregar algumas configurações

Em seguida vem a mágica com esse segundo comando:

docker run -e "ACCEPT_EULA=Y" -e "SA_PASSWORD=yourStrong(!)Password" -p 1433:1433 -d mcr.microsoft.com/mssql/server:2022-latest

E pronto, basicamente só isso e você vai ter um SQL Server Developer Edition 2022 rodando no seu PC

Claro que tem seus detalhes, nessa configuração simples tudo o que acontece no docker fica dentro do docker, se você apagar o container todas as bases que você criou, registros, etc. serão apagadas, o backup também conta.

Por padrão ele não integra com autenticação windows.

Se você procurar nos serviços ele não aparece listado.

Basicamente para conectar é seu hostname e a porta 1433 com usuário SA e a senha digitada ali em cima.

Caso precise da lista de todas as releases que você pode subir com o Docker a lista encontra-se aqui (https://hub.docker.com/_/microsoft-mssql-server).

Click to rate this post!
[Total: 2 Average: 5]

AWS – Redshift – Carregar dados S3
5 (1)

A algum tempo atrás fiz um trabalho que teoricamente parecia simples, extrair dados de um banco transacional e mandar para um Redshift para análilse.

Claro que após bater cabeça alguns minutos entendi que imporar dados diretamente para o Redshift iria ser no mínimo conturbado e instável.

Fazendo uma análise das opções vi que a AWS disponibilizou um método muito parecido com o do SQL Server para importar arquivos diretamente para dentro do banco mas claro ao invés de fazer isso através de um servidor, é possível fazer isso através do S3.

A forma mais simples é basicamente:

copy tabela_destino
from 'S3://bucket/arquivo'
iam_role 'arn:aws:iam::01234567890:role/MinhaRegraDoRedshift'

Se o arquivo for muito grande e foi dividido ele tem que terminar com um numeral incremental 1 2 3 4 …

Se o arquivo for compactado, o comando de COPY tem que ser incrementado com GZIP.

Para mais informações tem esse link da AWS abaixo:

https://docs.aws.amazon.com/pt_br/redshift/latest/dg/t_loading-tables-from-s3.html

para monitorar essa importação você pode usar o

https://docs.aws.amazon.com/redshift/latest/dg/r_STV_LOAD_STATE.html

Click to rate this post!
[Total: 1 Average: 5]