Ocupação de disco fantasma
5 (1)

Quem nunca foi acionado ou recebeu um alerta de falta de espaço em disco e não fazia ideia de onde estava a ocupação do disco?

Existem várias formas de ocupar espaço no disco e dar dor de cabeça para o administrador Windows, nesse post vou comentar da que, no meu ponto de vista, é a mais chata o diretório do “System Volume Information”.

Quem é esse tal de “System Volume Information”?

  • Esse diretório contém informações sobre a indexação do disco
  • Informação de Quota NTFS
  • Dados do sistema de ponto de restauração e backup usando Windows Server Backup
  • Dados para backup usando algumas ferramentas de backup
  • Se você usa “Shadow copy” cada nova versão de VSS snapshot salva dados nesse diretório
  • etc.

Você não deveria se preocupar com os dados desse diretório, onde a ferramenta que está gerando os dados e versionamentos de arquivos nesse diretório deveriam limpar os dados e tocar a vida, mas como trabalhamos com TI e não necessariamente as ferramentas fazem o que deveriam fazer, vamos fazer o trabalho de identificar e limpar essa estrutura.

De uma forma visual, para saber se você está com problemas com esse diretório, recomento usar uma ferramenta como o “TreeFile Size”, “WizTree”, “DiskUsage”, etc.

Pelo “Windows Explorer” originalmente esse diretório não é exibido, você precisa alterar as configurações de exibição para mostrar arquivo e diretórios ocultos do sistema.

Quando tentar acessar vai receber erro de acesso negado mesmo você sendo o administrador do sistema.

Agora que você já sabe quem é esse diretório, já sabe que ele existe, já viu onde ele está, para calcular o espaço ocupado por ele você vai abrir o prompt de comando em modo administrador e vai digitar:

vssadmin list shadowstorage

Se tiver alguma coisa configurada com o ” System Volume Information” ele deve apresentar um resultado parecido com:

Legal, agora temos informações de quanto o espaço máximo pode ser alocado para os recursos e o quanto está realmente alocado.

Se o valor estiver com configuração “UNBOUNDED” quer dizer que o céu é o limite, ou o espaço total do disco, o que acabar primeiro…

Para exemplificar, vamos colocar o limite para a letra C: em 2GB

vssadmin resize shadowstorage /on=c: /for=c: /maxsize=2GB

Ele vai escrever que redimensionou o espaço para o serviço de shadow copy.

Você pode trocar o /maxsize=XGB para porcentagem também, ai fica /maxsize=10%

Se você cria backups de “system state” o windows também cria essa estrutura na letra C:, para apagar eles você pode rodar:

wbadmin delete systemstatebackup -keepversions:0

Isso deve ser o suficiente para limpar esses diretórios das suas unidades, agora entender por que eles estão sendo alimentados para evitar que isso ocorra novamente? corre atrás do pessoal de backup…

Click to rate this post!
[Total: 1 Average: 5]

Telegram, Bot e PowerShell, uma máquina de alerta
5 (1)

Como DBA´s estamos sujeitos a jobs, alertas, sistemas, coisas do além, gerentes, desenvolvedores, intervenções místicas, etc. executando ações no banco de dados.

Não da pra ficar olhando de perto o ambiente a todo o momento analisando cada ação, monitorando tudo o que ocorre, se preparando para o pior.

Sendo um bom DBA, você deve ter um monte de Jobs, Alertas, Operadores, Sistemas de Monitoração, aquele estagiário sendo escalpelado, entre outras formas de monitorar seus bancos, a ideia aqui é trazer mais uma opção para atazanar sua vida monótona.

Vamos a receita do desastre,,, Para isso vamos precisar:

  1. Que você tenha uma conta no Telegram
  2. Instale o aplicativo do Telegram no seu Windows
  3. Crie um Bot
  4. Configure o Bot
  5. Crie um canal e adicione esse Bot como administrador a um canal
  6. Mande uma mensagem para esse canal para criar um ID
  7. Acesse uma URL do Telegram com a chave do BOT para pegar o ID do canal
  8. Crie uma função no Powershell
  9. Declare a variável com o nome do Bot e a chave
  10. Mande uma mensagem

Vamos começar,,,

Conta do Telegram

  • PQ está lendo essa parte? vai para a próxima,,, se não sabe fazer isso nem adianta continuar…

Instale o aplicativo do Telegram no seu Windows

  • Esse ponto é interessante, acesse o cliente web do Telegram e baixe a versão para seu SO, as configurações do Bot serão feitas através do cliente e não pelo celular ou Web

Crie um Bot

  • Com sua contra criada e app instalado, acesse essa URL https://t.me/BotFather . Ele é o Bot que cria os Bot´s
  • Para criar digite /start
  • Depois digite /newbot
  • De um nome para seu Bot
  • Agora crie um username para seu bot, ele tem que terminar com bot
  • Você vai receber uma mensagem de resposta com um textão e a parte que interessa que é o TOKEN. ANOTA ISSO!
  • Aqui vale uma dica, o Bot vai aparecer em pesquisa para qualquer pessoa que use o Telegram, mas só quem tem o token vai poder realmente usar ele.

Configure o Bot

  • Adicione uma descrição para ele, uma hora você ou alguém vai fazer manutenção e vai ter que lembrar para que ele serve
  • Usando /setdescription adicione uma descrição

Crie um canal e adicione esse Bot como administrador a um canal

  • Agora usando o cliente do SO, Web ou o app do celular, crie um canal no Telegram e deixe como privado.
  • Adicione um novo membro para esse canal, nesse caso o seu Bot, vai aparecer um alerta de que o Bot precisa ser administrador do canal e bla bla bla

Mande uma mensagem para esse canal para criar um ID

  • Só o fato de criar um canal não efetiva cria o canal, até esse momento ele não tem um ID
  • Mande uma mensagem qualquer para o canal para ele criar a estrutura com o ID

Acesse uma URL do Telegram com a chave do BOT para pegar o ID do canal

  • Após mandar a mensagem acesse a URL com o token do seu Bot
  • a URL é alguma coisa assim: https://api.telegram.org/bot<aquele token do seu Bot>/getUpdates
  • deixa escrito o nome bot, remove o < e o > e cola o token
  • deve abrir uma página com alguma coisa parecida com:
{"ok":true,"result":[{"update_id":129494597,
"message":{"message_id":3,"from":{"id":XXXXXX,"is_bot":false,"first_name":"Ricardo","last_name":"Leka"},"chat":{"id":XXXXXX,"first_name":"Ricardo","last_name":"Leka","type":"private"},"date":1614187816,"text":"/start","entities":[{"offset":0,"length":6,"type":"bot_command"}]}},{"update_id":129494598,
"message":{"message_id":4,"from":{"id":XXXXXX,"is_bot":false,"first_name":"Ricardo","last_name":"Leka","language_code":"pt-br"},"chat":{"id":XXXXXX,"first_name":"Ricardo","last_name":"Leka","type":"private"},"date":1614187832,"text":"/getchatid","entities":[{"offset":0,"length":10,"type":"bot_command"}]}},{"update_id":129494599,
"channel_post":{"message_id":2,"sender_chat":{"id":-XXXX,"title":"MC1_Notify","type":"channel"} ,"chat":{"id":-XXXX,"title":"Nome_Do_Canal","type":"channel"} ,"date":1614187878,"text":"teste"}}]}

O que interessa para nós é um desses últimos “id” que estão com um símbolo de menos na frente “id”:-XXXX

Crie uma função no Powershell

  • Agora a parte mágica, vamos usar um powershell para criar a função que vai conectar na API do Telegram e mandar a mensagem…
<#
.Synopsis
    Sends Telegram text message via Bot API
.DESCRIPTION
    Uses Telegram Bot API to send text message to specified Telegram chat. Several options can be specified to adjust message parameters.
.EXAMPLE
    $bot = "#########:xxxxxxx-xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx"
    $chat = "-#########"
    Send-TelegramTextMessage -BotToken $bot -ChatID $chat -Message "Hello"
.EXAMPLE
    $bot = "#########:xxxxxxx-xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx"
    $chat = "-#########"

    Send-TelegramTextMessage `
        -BotToken $bot `
        -ChatID $chat `
        -Message "Hello *chat* _channel_, check out this link: [TechThoughts](http://techthoughts.info/)" `
        -ParseMode Markdown `
        -Preview $false `
        -Notification $false `
        -Verbose
.PARAMETER BotToken
    Use this token to access the HTTP API
.PARAMETER ChatID
    Unique identifier for the target chat
.PARAMETER Message
    Text of the message to be sent
.PARAMETER ParseMode
    Send Markdown or HTML, if you want Telegram apps to show bold, italic, fixed-width text or inline URLs in your bot's message. Default is Markdown.
.PARAMETER Preview
    Disables link previews for links in this message. Default is $false
.PARAMETER Notification
    Sends the message silently. Users will receive a notification with no sound. Default is $false
.OUTPUTS
    System.Boolean
.NOTES
    Author: Jake Morrison - @jakemorrison - http://techthoughts.info/
    This works with PowerShell Versions 5.1, 6.0, 6.1
    For a description of the Bot API, see this page: https://core.telegram.org/bots/api
    How do I get my channel ID? Use the getidsbot https://telegram.me/getidsbot
    How do I set up a bot and get a token? Use the BotFather https://t.me/BotFather
.COMPONENT
   PoshGram - https://github.com/techthoughts2/PoshGram
.FUNCTIONALITY
    https://core.telegram.org/bots/api#sendmessage
    Parameters 					Type 				Required 	Description
    chat_id 				    Integer or String 	Yes 		Unique identifier for the target chat or username of the target channel (in the format @channelusername)
    text 						String 				Yes 		Text of the message to be sent
    parse_mode 					String 				Optional 	Send Markdown or HTML, if you want Telegram apps to show bold, italic, fixed-width text or inline URLs in your bot's message.
    disable_web_page_preview 	Boolean 			Optional 	Disables link previews for links in this message
    disable_notification 		Boolean 			Optional 	Sends the message silently. Users will receive a notification with no sound.
    reply_to_message_id 	    Integer 			Optional 	If the message is a reply, ID of the original message
#>
function Send-TelegramTextMessage {
    [CmdletBinding()]
    Param
    (
        [Parameter(Mandatory = $true,
            HelpMessage = '#########:xxxxxxx-xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx')]
        [ValidateNotNull()]
        [ValidateNotNullOrEmpty()]
        [string]$BotToken, #you could set a token right here if you wanted
        [Parameter(Mandatory = $true,
            HelpMessage = '-#########')]
        [ValidateNotNull()]
        [ValidateNotNullOrEmpty()]
        [string]$ChatID, #you could set a Chat ID right here if you wanted
        [Parameter(Mandatory = $true,
            HelpMessage = 'Text of the message to be sent')]
        [ValidateNotNull()]
        [ValidateNotNullOrEmpty()]
        [string]$Message,
        [Parameter(Mandatory = $false,
            HelpMessage = 'HTML vs Markdown for message formatting')]
        [ValidateSet("Markdown", "HTML")]
        [string]$ParseMode = "Markdown", #set to Markdown by default
        [Parameter(Mandatory = $false,
            HelpMessage = 'Disables link previews')]
        [bool]$Preview = $false, #set to false by default
        [Parameter(Mandatory = $false,
            HelpMessage = 'Sends the message silently')]
        [bool]$Notification = $false #set to false by default
    )
    #------------------------------------------------------------------------
    $results = $true #assume the best
    #------------------------------------------------------------------------
    $payload = @{
        "chat_id"                   = $ChatID;
        "text"                      = $Message
        "parse_mode"                = $ParseMode;
        "disable_web_page_preview"  = $Preview;
        "disable_notification"      = $Notification
    }#payload
    #------------------------------------------------------------------------
    try {
        Write-Verbose -Message "Sending message..."
        $eval = Invoke-RestMethod `
            -Uri ("https://api.telegram.org/bot{0}/sendMessage" -f $BotToken) `
            -Method Post `
            -ContentType "application/json" `
            -Body (ConvertTo-Json -Compress -InputObject $payload) `
            -ErrorAction Stop
        if (!($eval.ok -eq "True")) {
            Write-Warning -Message "Message did not send successfully"
            $results = $false
        }#if_StatusDescription
    }#try_messageSend
    catch {
        Write-Warning "An error was encountered sending the Telegram message:"
        Write-Error $_
        $results = $false
    }#catch_messageSend
    return $results
    #------------------------------------------------------------------------
}#function_Send-TelegramTextMessage

Declare a variável com o nome do Bot e a chave

  • Sendo simplista você vai precisar agora criar duas variáveis a com o nome do Token e o ID do chat
$bot = "token"
$chat = "-ID_do_chat"

Mande uma mensagem

  • Agora é só chamar a função e mandar a mensagem…
  • AAHH a máquina precisa ter acesso a internet.
  • Qualquer mensagem de erro a função vai tentar trazer a mensagem para te ajudar no troubleshooting.
$bot = "token"
$chat = "-ID_do_chat"
Send-TelegramTextMessage -BotToken $bot -ChatID $chat -Message "CASA CAIU"

Com isso agora temos um powershell que acessa uma API do Telegram e manda mensagem, junta isso em um JOB que é acionado por um alerta e vc tem o SQL ou outro sistema de monitoração mandando mensagens para seu celular.

Click to rate this post!
[Total: 1 Average: 5]

Como não se atrasar para uma reunião – com o Zoom
5 (1)

Nessa época de pandemia estamos tendo que nos reinventar em muitas coisas que não dávamos importância, que eram tratadas como corriqueiras e bla bla bla… essa história triste todos já sabemos, estamos vivendo ela…

Quem tem criança sabe como está “interessante” ajustar a rotina para acompanhar os estudos, terem aulas online não significa facilidade para os pais, cada um tem seu horário, aulas em horários diferentes e esperar que a criança entenda que ela tem que entrar no link certo para a aula certa, dependendo da idade, pode ser complicado as vezes eles ainda nem sabem os dias da semana.

No nosso caso, a escola manda um arquivo pdf com uma grade para a semana, o mesmo link do zoom para as aulas recorrentes e links destintos para aulas “complementares”, o problema fica que a cada semana eles alteram o horário de inicio das aulas, essa falta de constante complica em se ajustar ao quadro de aula, como temos 2 peças raras e cada um tem uma agenda de inicio de aula diferente com quadro de aulas diferente no inicio da manhã fica uma correria em abrir o link para um em um computador e esperar até a hora do outro para abrir o link para o outro em outro computador, sair de uma “aula” para abrir o link para a outra e ter certeza que abriu o da semana certa no dia certo.

Com essa enrolação de contexto, agora vem a solução, afinal a TI veio para resolver problemas que não tínhamos que ela mesma causou.

O script abaixo ainda é um protótipo, basicamente é um powershell para ler a URL da reunião do Zoom, converter para um padrão usado pelo cliente do Zoom e criar uma tarefa no “Agendador de Tarefas” para que no horário específico ele abra o Zoom e entre na reunião automaticamente.

Como as aulas recorrentes acontecem com o mesmo link de reunião não tive que me importar em conseguir colocar várias execuções para a mesma tarefa do agendador, fica mais prático para organização, eu poderia ter seguido a mesma lógica para as aulas adicionais, mas ficaria um serviço mau feito.

As aulas adicionais são tratadas como tarefas individuais no agendador.

* Comentário 1: eu poderia ter feito um replace mais simples e direto, mas preferi serializar para ficar mais didático.

* Comentário 2: Esse script funciona no Windows 8 para cima, para o Windows 7 estou trabalhando nas modificações de agendamento, pois no 7 os comandos no powershell são diferentes.

* Comentário 3: No “Agendador de Tarefas” crie um diretório chamado “Aulas”, fica mais fácil de organizar

$aula = "Aula Filho 0"

#Aula Recorrente
$url = "https://escola.zoom.us/j/3456031299?pwd=UUIzTxxxTASDFNMSjHHanpJVkhCZ007"
$dataSeg = "2020-07-27 8:50 AM"
$dataTer = "2020-07-28 9:50 AM"
$dataQua1 = "2020-07-29 8:50 AM"
$dataQua2 = "2020-07-29 10:27 AM"
$dataQui = "2020-07-30 9:50 AM"
$dataSex = "2020-07-31 9:50 AM"

#Aula Inglês
$urlIng = "https://escola.zoom.us/j/93298210546?pwd=Y1B6UGhKT2493057djGTDLceVp4Zz09"
$dataIng = "2020-07-29 9:44 AM"
$aulaIng = "Aula Ingles"

#Aula Música
$urlMusica = "9h00 às 9h40 https://escola.zoom.us/j/37400021157?pwd=OOOcjyys076hWENGQUJ3YjVpdz09"
$dataMusica = "2020-07-30 8:50 AM"
$aulaMusica = "Aula Musica"

#Aula Educação Física
$urlEdF = "https://escola.zoom.us/j/93048619154?pwd=TkYzSk5XMdnttha8654j2XTlEzQT09"
$dataEdF = "2020-07-31 8:50 AM"
$aulaEdF = "Aula Ed. Fisica"


#caminho do binário do Zoom
$caminho = "%APPDATA%\Zoom\bin\Zoom.exe"

#replace aula recorrente
$parte1 = $url -replace "\?", "&"
$parte2 = $parte1 -replace "/j/", "/join?action=join&confno="
#$parte3 = $parte2 -replace "https:", "%APPDATA%\Zoom\bin\Zoom.exe --url=zoommtg:"
$parte3 = $parte2 -replace "https:", " --url=zoommtg:"


#$parte3

#replace aula ingles
$parte1Ing = $urlIng -replace "\?", "&"
$parte2Ing = $parte1Ing -replace "/j/", "/join?action=join&confno="
$parte3Ing = $parte2Ing -replace "https:", " --url=zoommtg:"

#replace aula Musica
$parte1Musica = $urlMusica -replace "\?", "&"
$parte2Musica = $parte1Musica -replace "/j/", "/join?action=join&confno="
$parte3Musica = $parte2Musica -replace "https:", " --url=zoommtg:"

#replace aula Ed. Física
$parte1EdF = $urlEdF -replace "\?", "&"
$parte2EdF = $parte1EdF -replace "/j/", "/join?action=join&confno="
$parte3EdF = $parte2EdF -replace "https:", " --url=zoommtg:"


#w7
#Library\Microsoft\Windows\PowerShell\ScheduledJobs
#$trigger = New-JobTrigger -Once -At $dataSeg -At $dataTer -At $dataQua1 -At $dataQua2 -At $dataQui -At $dataSex
#Register-ScheduledJob -Name $aula -FilePath $caminho -ArgumentList $parte3 -Trigger $trigger 


#w8 +

#Cria o agendamento inicial para as aulas recorrentes 
$action = New-ScheduledTaskAction -Execute '%APPDATA%\Zoom\bin\Zoom.exe' -Argument $parte3

$trigger =  @(
            $(New-ScheduledTaskTrigger -Once -At $dataSeg),
            $(New-ScheduledTaskTrigger -Once -At $dataTer),
            $(New-ScheduledTaskTrigger -Once -At $dataQua1),
            $(New-ScheduledTaskTrigger -Once -At $dataQua2),
            $(New-ScheduledTaskTrigger -Once -At $dataQui),
            $(New-ScheduledTaskTrigger -Once -At $dataSex))

Register-ScheduledTask -Action $action -Trigger $trigger -TaskName $aula -TaskPath "aulas"

#altera o agendamento para a adição das outras aulas
#ingles
$actionIng = New-ScheduledTaskAction -Execute '%APPDATA%\Zoom\bin\Zoom.exe' -Argument $parte3Ing
$triggerIng = New-ScheduledTaskTrigger -Once -At $dataIng
Register-ScheduledTask -Action $actionIng -Trigger $triggerIng -TaskName $aulaIng -TaskPath "aulas"


#Musica
$actionMusica = New-ScheduledTaskAction -Execute '%APPDATA%\Zoom\bin\Zoom.exe' -Argument $parte3Musica
$triggerMusica = New-ScheduledTaskTrigger -Once -At $dataMusica
Register-ScheduledTask -Action $actionMusica -Trigger $triggerMusica -TaskName $aulaMusica -TaskPath "aulas"

#Ed. Fisica
$actionEdF = New-ScheduledTaskAction -Execute '%APPDATA%\Zoom\bin\Zoom.exe' -Argument $parte3EdF
$triggerEdF = New-ScheduledTaskTrigger -Once -At $dataEdF
Register-ScheduledTask -Action $actionEdF -Trigger $triggerEdF -TaskName $aulaEdF -TaskPath "aulas"

Para uma imaginação mais fértil, da para usar isso para qualquer reunião com o Zoom #FicaDica

Para finalizar, quando não quiser mais as tarefas é só abrir o “Agendador de Tarefas” e apagar as tarefas

Click to rate this post!
[Total: 1 Average: 5]

VMWare Workstation no Win10 com CG DG Error
0 (0)

Tenho no meu note o Windows 10 (Version 200514-1410 Build 19631.1) e uso como virtualizador o VMWare Workstation 15 (15.5.2 build-15785246)

Esse Windows 10 faz parte do programa insider, então toda a semana tem uma atualização.

Por que não usar o Hyper-V ? A resposta é simples: Não quero e pronto. A maquina é minha e gosto mais do vmware.

Alinhados quanto a isso, depois que o Windows atualizou para o Build 19000+ o VMWare resolveu parar de funcionar e não iniciava nenhuma máquina. Ele começou a apresentar a mensagem abaixo para qualquer máquina virtual:

Ele indica um link para mais detalhes que acaba direcionando para um outro link: https://kb.vmware.com/s/article/2146361

Basicamente, se seguir o que o site diz não faz diferença nenhuma e não resolve nada, você vai ser direcionado para o site da Microsoft (https://docs.microsoft.com/en-us/windows/security/identity-protection/credential-guard/credential-guard-manage) e de lá se fizer todos os procedimentos também vai terminar não resolvendo.

O processo para resolver o problema é bem mais simples que os procedimentos que eles passam.

Abra o Powershell em modo administrativo e execute o seguinte comando:

bcdedit /set hypervisorlaunchtype off

Após isso ele informa que:

The operation completed successfully.

E aí é só reiniciar o PC e tudo volta ao normal.

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Apagar arquivos de backup duplicados
0 (0)

Imagine o seguinte cenário:

Você tem sua rotina de backup (FULL, DIFF, LOG) que gera os arquivos de saída como por exemplo BKPFULL_BASE_XPTO_01_DE_04_20181105.bak e coisas parecidas com isso.

Sua ferramenta de backup copia esses arquivos para uma área de staging todos os dias, marcando os arquivo com o bit de arquivado, no dia seguinte você tem um step do job que procura por esses arquivos e apaga ele, afinal, já foram marcados como arquivados pelo software de backup.

Em um certo momento, alguma coisa aconteceu nessa rotina da ferramenta e ela não marcou os arquivos ou simplesmente não rodou.

Para não ficar sem espaço em disco você resolve apagar o arquivo mais antigo do backup deixando pelo menos o mais recente no disco, para um ambiente com poucas bases isso é tranquilo, imagine isso para um ambiente com algumas centenas de bases, em um final de semana prolongado, algumas bases com 3 ou 4 arquivos de backup, outras com apenas 1 arquivo.

O PowerShell abaixo faz um parse no nome do arquivo para agrupar pelo tipo do backup e o nome do banco, procura onde tem mais de uma entrada (imaginando que você separa isso por discos), remove do resultado o mais recente e apaga os mais antigos.

O script não é perfeito, ainda faltam alguns detalhes à serem melhorados, mas já é uma ajuda em casos como esse:

 


Get-ChildItem "X:\Backup\Disk02\" -file | where Name -match "._(\d{4})(\d{2})(\d{2})" | Where-Object {$_.Attributes -Eq "Normal"} | #Esse Atributo é o que o software de backup marca como retido, retire este Where-Object caso queira desconsiderar isso
select fullname, #@{N="DtFile";E={[DateTime]$_.BaseName.substring($_.BaseName.length -10).replace("_", "-")}},
@{N="FileWithoutDate";E={$_.BaseName.substring(0, $_.BaseName.length -18)}} |
group FileWithoutDate |
where Count -GE 2 |
%{ $_.Group | sort fullname,DtFile -Descending | select -skip 1} | %{Remove-Item $_.FullName -WhatIf}

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Melhorando o “Abrir o prompt de comando aqui”
0 (0)

Não sei se é de conhecimento de todos mas, já faz alguns anos que você pode usar o SHIFT + Botão Direito e vai aparecer uma opção de “Abrir o prompt de comando aqui” e ele vai abrir uma tela do DOS dentro daquela estrutura de diretório.

A mesma coisa vale para qualquer parte vazia na janela de conteúdo.

Isso ajuda? ajuda, mas tem um detalhe chato, ele não abre o prompt elevado e mesmo nas versões mais recentes não tem a opção de powershell. Fora que para abrir tem que pressionar o SHIFT junto.

É possível melhorar isso? claro, senão não estaria escrevendo este post…

Só testei no Windows 10, se alguém testar em outras versões deixa um comentário dizendo se funcionou ou não e em qual versão.

Para isso vamos ter que adicionar algumas linhas de registro.

Sempre vale um ATENÇÃO !!! Se você não sabe alterar, ou tem medinho, de alterar o registro clique aqui.

Para os outros, abaixo tem o que vocês precisam copiar e salvar em um arquivo .reg, após importar o arquivo vocês terão 2 novos menus com o Botão Direito:


Windows Registry Editor Version 5.00

; Command Prompt

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\shell\01MenuCmd]
"MUIVerb"="Command Prompts"
"Icon"="cmd.exe"
"ExtendedSubCommandsKey"="Directory\\ContextMenus\\MenuCmd"

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\background\shell\01MenuCmd]
"MUIVerb"="Command Prompts"
"Icon"="cmd.exe"
"ExtendedSubCommandsKey"="Directory\\ContextMenus\\MenuCmd"

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\ContextMenus\MenuCmd\shell\open]
"MUIVerb"="Command Prompt"
"Icon"="cmd.exe"

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\ContextMenus\MenuCmd\shell\open\command]
@="cmd.exe /s /k pushd \"%V\""

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\ContextMenus\MenuCmd\shell\runas]
"MUIVerb"="Command Prompt Elevated"
"Icon"="cmd.exe"
"HasLUAShield"=""

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\ContextMenus\MenuCmd\shell\runas\command]
@="cmd.exe /s /k pushd \"%V\""
; PowerShell

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\shell\02MenuPowerShell]
"MUIVerb"="PowerShell Prompts"
"Icon"="powershell.exe"
"ExtendedSubCommandsKey"="Directory\\ContextMenus\\MenuPowerShell"

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\background\shell\02MenuPowerShell]
"MUIVerb"="PowerShell Prompts"
"Icon"="powershell.exe"
"ExtendedSubCommandsKey"="Directory\\ContextMenus\\MenuPowerShell"

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\ContextMenus\MenuPowerShell\shell\open]
"MUIVerb"="PowerShell"
"Icon"="powershell.exe"

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\ContextMenus\MenuPowerShell\shell\open\command]
@="powershell.exe -noexit -command Set-Location '%V'"

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\ContextMenus\MenuPowerShell\shell\runas]
"MUIVerb"="PowerShell Elevated"
"Icon"="powershell.exe"
"HasLUAShield"=""

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\ContextMenus\MenuPowerShell\shell\runas\command]
@="powershell.exe -noexit -command Set-Location '%V'"
; Ensure OS Entries are on the Extended Menu (Shift-Right Click)

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\shell\cmd]
"Extended"=""

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\background\shell\cmd]
"Extended"=""

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\shell\Powershell]
"Extended"=""

[HKEY_CLASSES_ROOT\Directory\background\shell\Powershell]
"Extended"=""

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

PowerShell e o Metrô
0 (0)

Trabalhando no centro você acaba tendo que usar muito o transporte público, o que na maioria dos casos é muito chato,,,

Devido a chuva a operação da CPTM e do Metrô estavam com algumas lentidões, mas nada comparado ao sites deles,,,

O site do Metrô (www.metro.sp.gov.br) estava muito lento, um tempo de resposta de uns 10/15 segundos.

O da CPTM (www.cptm.sp.gov.br) não estava muito longe disso também,,,

Aí fiquei pensando se algum deles tinha uma API para trazer a informação do status da linha e descobri que, claro, nenhum deles tem isso…

Mas, a Viaquatro, que opera a linha 4 do metrô tem uma API, que apenas trás as informações do metrô e por curiosidade não trás informações sobre a própria linha 4,,, mas já está valendo….

O site com as informações das linhas de metrô é o: http://www.viaquatro.com.br/generic/Main/LineStatus

Legal, não precisa de chave de API, não tem necessidade de autenticação, é bem simples e direto…

metro

 

Agora com isso já é possível trabalhar um pouco com o poweshell…


$metro = Invoke-RestMethod -Uri &quot;http://www.viaquatro.com.br/generic/Main/LineStatus&quot; | select * -ExpandProperty StatusMetro
$linha = $metro.ListLineStatus

$linha | select Line,StatusMetro

E agora tenho uma pesquisa direta do status das linhas na hora que eu quiser e sem ter que abrir o site do metrô,,,

Quando eu descobrir se a CPTM tem o mesmo tipo de serviço tento incorporar no código,,,

 

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Coisas que só o Powershell ISE faz por você
0 (0)

Tenho alguns clusters que estão em Multi-site, usando um Quorum em File Share para melhorar a disponibilidade.

Como o “Cluster Core” conta como voto na contagem do cluster, tenho preferencia na localização do recurso, já que todos os nós estão votando ele trabalha como voto de desempate.

Eu precisava monitorar um evento bem particular do cluster, quando o “Cluster Core Resource” alterasse de site ele deveria alarmar pelo SCOM, até ai tranquilo,,, faço um script no POSH o pessoal coloca para monitorar e pronto….


$API = new-object -comObject &quot;MOM.ScriptAPI&quot;
$bag = $api.CreatePropertyBag()
$resultado = (@(Get-ClusterGroup &quot;Cluster Group&quot; | Where-Object {$_.OwnerNode -like 'SERVIDOR*'}).count -eq 1)

if ($resultado -eq $true)
{
$bag.AddValue(&quot;State&quot;,&quot;Good&quot;)}
else
{
$bag.AddValue(&quot;State&quot;,&quot;Bad&quot;)}

$API.Return($bag)

Enquanto testava o script percebi que o Powershell ISE estava retornando mensagem de erro, fiquei revendo argumento, variável, comObject, mas não encontrei o erro…

Powershell ISE SCOM Script Error

Powershell ISE SCOM Script Error

Exception calling “Return” with “1” argument(s): “The handle is invalid. (Exception from HRESULT: 0x80070006 (E_HANDLE))”
At line:15 char:1
+ $API.Return($bag)
+ ~~~~~~~~~~~~~~~~~
+ CategoryInfo : NotSpecified: (:) [], MethodInvocationException
+ FullyQualifiedErrorId : ComMethodTargetInvocation

A solução é bem simples:

  • Salve o arquivo em script e execute ele… o ISE não consegue interpretar o retorno do comObject.

O retorno é alguma coisa como:

<DataItem type=”System.PropertyBagData” time=”2015-06-24T12:18:40.1270337-03:00″ sourceHealthServiceId=”68A1F050-F975-9EE7-E0F3-C2CDE3445FD3″><Property Name=”State” VariantType=”8″>Bad</Property></DataItem>

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Gerar DACPAC usando Powershell v2
0 (0)

Para quem leu meu post anterior de Gerar DACPAC usando Powershell percebeu que é um código muito simples, passível de erros como:

  • digitar o nome do banco errado,
  • símbolos nos nomes dos bancos,
  • não escolher um local ou o nome do servidor ele gera erro no script…

coisas bem primárias…

Dessa vez fiz algumas melhorias,,, como:

  • Tela mais simpática
  • conecta no servidor de banco e lista as bases
  • multi seleção de bases
  • não deixa você continuar se não selecionar um destino e colocar o nome do servidor
  • Não fecha sozinho
  • deixa na tela do posh o código para, caso precise, você copie e execute novamente
  • coloca o mouse como ampulheta
  • abre o diretório de destino quando acaba a tarefa
  • e localiza o executável do gerador de dacpac,,, desde que esteja no C:\

Uma coisa muito importante, o código é livre para modificação, sinta-se a vontade de fazer qualquer modificação que queira,, se achar que sua versão ficou melhor, ou achou algum problema e corrigiu, mande o código, vamos melhorar,,,,

Existe um detalhe para rodar esta versão sem problemas,,, você precisa ter o Windows atualizado além do Windows Management Framework 4.0 e do .Net Frame Work 4.5.2.

gerador de dacpac v2


cls
$data = get-date -format &quot;_yyyyMMdd&quot;
$WindowTitle = &quot;Gerador de DACPAC&quot;
$LabelPath = &quot;Caminho:&quot;
$LabelServer = &quot;Servidor:&quot;

$aplicacao = (Get-ChildItem -Path &quot;C:\Program Files (x86)\Microsoft SQL Server&quot; -Include &quot;SqlPackage.exe&quot; -Recurse | % { $_.FullName } | Select-Object -First 1)

$x = @()

[void] [System.Reflection.Assembly]::LoadWithPartialName(&quot;System.Windows.Forms&quot;)
[void] [System.Reflection.Assembly]::LoadWithPartialName(&quot;System.Drawing&quot;)

$objForm = New-Object System.Windows.Forms.Form
$objForm.Text = $WindowTitle
$objForm.Size = New-Object System.Drawing.Size(290,270)
$objForm.StartPosition = &quot;CenterScreen&quot;
$objForm.FormBorderStyle = 'FixedSingle'

$objForm.KeyPreview = $True
$objForm.Add_KeyDown({if ($_.KeyCode -eq &quot;Escape&quot;)
{$objForm.Close()}})

$OKButton = New-Object System.Windows.Forms.Button
$OKButton.Location = New-Object System.Drawing.Size(75,215)
$OKButton.Size = New-Object System.Drawing.Size(75,23)
$OKButton.Text = &quot;OK&quot;

$OKButton.Add_Click(
{$i=0
if ( $textbox2.Text -eq '' )
{

}

else
{
foreach ($objItem in $objListbox.SelectedItems)
{
#[System.Windows.Forms.Application]::UseWaitCursor=$true
$objForm.Cursor=[System.Windows.Forms.Cursors]::WaitCursor
$local = $textbox2.Text
$servidor = $textBoxServerName.Text
Write-Progress -Activity &quot;Gerando DACPAC&quot; -status &quot;Gerando DACPAC para $objItem&quot; -percentComplete ($i++ / ($objListbox.SelectedItems).Count*100)
$exec = (&quot;'$aplicacao'&quot; + &quot; /a:Extract /ssn:&quot;+$servidor +&quot; /sdn:&quot;+$objItem +&quot; /tf:&quot;+&quot;'$local'&quot;+&quot;\&quot;+$objItem+$data+&quot;.dacpac&quot;)
#$exec = (C:\&quot;Program Files (x86)&quot;\&quot;Microsoft SQL Server&quot;\110\DAC\bin\SqlPackage.exe /a:Extract /ssn:$servidor /sdn:$objItem /tf:$local\$objItem$data+.dacpac)
write-host $exec
Invoke-expression &quot;&amp; $exec&quot;
#[System.Windows.Forms.Application]::UseWaitCursor=$false
$objForm.Cursor=[System.Windows.Forms.Cursors]::Default
}
#Invoke-Item &quot;$local&quot;
}
if ( $checkbox1.Checked -eq $true -and $textbox2.Text -ne '')
{
Invoke-Item &quot;$local&quot;
}

else
{

}

#$objForm.Close()
})

$objForm.Controls.Add($OKButton)

$CancelButton = New-Object System.Windows.Forms.Button
$CancelButton.Location = New-Object System.Drawing.Size(150,215)
$CancelButton.Size = New-Object System.Drawing.Size(75,23)
$CancelButton.Text = &quot;Fechar&quot;
$CancelButton.Add_Click({$objForm.Close()})
$objForm.Controls.Add($CancelButton)

# create your checkbox
$checkbox1 = new-object System.Windows.Forms.checkbox
$checkbox1.Location = new-object System.Drawing.Size(260,66)
$checkbox1.Size = new-object System.Drawing.Size(250,50)
$checkbox1.Checked = $true
$objForm.Controls.Add($checkbox1)

$objLabel = New-Object System.Windows.Forms.Label
$objLabel.Location = New-Object System.Drawing.Size(10,120)
$objLabel.Size = New-Object System.Drawing.Size(280,20)
$objLabel.Text = &quot;Selecione a base que deseja extrair o DACPAC:&quot;
$objForm.Controls.Add($objLabel)

$objListbox = New-Object System.Windows.Forms.Listbox
$objListbox.Location = New-Object System.Drawing.Size(10,140)
$objListbox.Size = New-Object System.Drawing.Size(260,20)
$objLabel2 = New-Object System.Windows.Forms.Label
$objLabel2.Location = New-Object System.Drawing.Size(10,10)
$objLabel2.Size = New-Object System.Drawing.Size(280,20)
$objLabel2.Text = &quot;Servidor:&quot;
$objForm.Controls.Add($objLabel2)

# Create textbox for the Server name
$textBoxServerName = New-Object System.Windows.Forms.TextBox
$textBoxServerName.DataBindings.DefaultDataSourceUpdateMode = 0
$textBoxServerName.Location = New-Object System.Drawing.Size(10,30)
$textBoxServerName.Name = &quot;ServerName&quot;
$textBoxServerName.Size = New-Object System.Drawing.Size(100,10)
$textBoxServerName.TabIndex = 0
$objForm.Controls.Add($textBoxServerName)
$objLabel2 = New-Object System.Windows.Forms.Label
$objLabel2.Location = New-Object System.Drawing.Size(10,60)
$objLabel2.Size = New-Object System.Drawing.Size(280,20)
$objLabel2.Text = &quot;Destino:&quot;
$objForm.Controls.Add($objLabel2)

# Create textbox used to file destination
$textBox2 = New-Object System.Windows.Forms.TextBox
$textBox2.DataBindings.DefaultDataSourceUpdateMode = 0
$textBox2.Location = New-Object System.Drawing.Size(10,80)
$textBox2.Name = &quot;textBox2&quot;
$textBox2.Size = New-Object System.Drawing.Size(150,10)
$textBox2.TabIndex = 0
$objForm.Controls.Add($textBox2)

$app = New-Object -ComObject Shell.Application
$destino_OnClick=
{
#TODO: Place custom script here

try {
$browseForFolderOptions = 0
if ($NoNewFolderButton) { $browseForFolderOptions += 512 }

$folder = $app.BrowseForFolder(0, $Message, $browseForFolderOptions, $InitialDirectory)
#if ($folder) { $selectedDirectory = $folder.Self.Path } else { $selectedDirectory = '' }
#[System.Runtime.Interopservices.Marshal]::ReleaseComObject($app) &gt; $null
$textbox2.Text = $folder.Self.Path #$selectedDirectory #.FileName.ToString()

}
catch {
[System.Windows.Forms.MessageBox]::Show(
$_.Exception.Message,
&quot;Error&quot;,
[System.Windows.Forms.MessageBoxButtons]::OK,
[System.Windows.Forms.MessageBoxIcon]::Error
)
}

}
$conectar_OnClick=
{
#TODO: Place custom script here

if ( $textBoxServerName.Text -eq '' )
{

}

else
{
$objForm.Cursor=[System.Windows.Forms.Cursors]::WaitCursor
$dataSource = $textBoxServerName.Text

$database = &quot;master&quot;
$connectionString = &quot;Server=$dataSource;Database=$database;Integrated Security=True;&quot;

$query = &quot;select name from sys.databases where database_id &gt; 4&quot;

$connection = New-Object System.Data.SqlClient.SqlConnection
$connection.ConnectionString = $connectionString
$connection.Open()
$command = $connection.CreateCommand()
$command.CommandText = $query
$result = $command.ExecuteReader()
$table = new-object “System.Data.DataTable”
$table.Load($result)
#$table
$objListbox.datasource=$table.Item(0)
$connection.Close()
$objForm.Cursor=[System.Windows.Forms.Cursors]::Default

}

}

$conectar = New-Object System.Windows.Forms.Button
$conectar.Location = New-Object System.Drawing.Size(200,30)
$conectar.Size = New-Object System.Drawing.Size(60,20)
#$button2.TabIndex = 1
$conectar.Text = &quot;Conectar&quot;
$conectar.UseVisualStyleBackColor = $True
$conectar.add_Click($conectar_OnClick)
$objForm.Controls.Add($conectar)
$destino = New-Object System.Windows.Forms.Button
$destino.Location = New-Object System.Drawing.Size(200,80)
$destino.Size = New-Object System.Drawing.Size(50,20)
#$button2.TabIndex = 1
$destino.Text = &quot;...&quot;
$destino.UseVisualStyleBackColor = $True
$destino.add_Click($destino_OnClick)
$objForm.Controls.Add($destino)

$objListbox.SelectionMode = &quot;MultiExtended&quot;

$objListbox.Height = 70
$objForm.Controls.Add($objListbox)
$objForm.Topmost = $True

$objForm.Add_Shown({$objForm.Activate()})
[void] $objForm.ShowDialog()

$x

[polldaddy poll=8777809]

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Gerar DACPAC usando PowerShell
0 (0)

O ciclo de vida da maioria dos bancos envolve desenvolvedores e DBA´s compartilhando scripts para atualização de objetos e atividades de manutenção.

Existem algumas formas de fazer isso:

  • gerar scripts de objetos
  • Proporcionar acesso as partes interessadas (piada… eu sei…) para gerar os scripts
  • DACPAC´s
  • Backup/Restore
  • etc..

Um pouco de contexto antes,,,

Um DAC (aplicativo da camada de dados) é uma entidade lógica de gerenciamento de banco de dados que define todos os objetos do SQL Server, como tabelas, exibições e objetos de instância, incluindo logons, associados a um banco de dados de usuário.

Todos tem seus prós e contras… não é a intenção deste post tratar isso…

Para quem gosta de gerar scripts dos objetos lembra que tem um outro post que faz isso…

A vantagem do DACPAC é que você pode usa-lo para comparação entre um projeto do TFS e esse pacote extraído da produção ou, caso você seja o DBA, você pode comparar esse pacote contra a sua base de produção ou uma base em homologação. Gerar os scripts para igualar os ambientes ou apenas conseguir ter ideia das diferenças.


Add-Type -AssemblyName System.Drawing
Add-Type -AssemblyName System.Windows.Forms

$data = get-date -format &quot;_yyyyMMdd&quot;
$WindowTitle = &quot;Gerador de DACPAC&quot;
$LabelPath = &quot;Caminho:&quot;
$LabelServer = &quot;Servidor:&quot;

# Create the Label.
$label = New-Object System.Windows.Forms.Label
$label.Location = New-Object System.Drawing.Size(10,20)
$label.Size = New-Object System.Drawing.Size(280,20)
$label.AutoSize = $true
$label.Text = $LabelPath

# Create the TextBox used to capture the user's text.
$textBox = New-Object System.Windows.Forms.TextBox
$textBox.Location = New-Object System.Drawing.Size(10,40)
$textBox.Size = New-Object System.Drawing.Size(575,200)
$textBox.AcceptsReturn = $true
$textBox.AcceptsTab = $false
$textBox.Multiline = $true
$textBox.ScrollBars = 'Both'
$textBox.Text = $DefaultText

# Create textbox used to file destination
$textBox2 = New-Object System.Windows.Forms.TextBox
$textBox2.DataBindings.DefaultDataSourceUpdateMode = 0
$textBox2.Location = New-Object System.Drawing.Size(65,20)
$textBox2.Name = &quot;textBox2&quot;
$textBox2.Size = New-Object System.Drawing.Size(150,10)
$textBox2.TabIndex = 0
# Create the Label.
$label2 = New-Object System.Windows.Forms.Label
$label2.Location = New-Object System.Drawing.Size(420,20)
$label2.AutoSize = $true
$label2.Text = $LabelServer

# Create textbox for the Server name
$textBoxServerName = New-Object System.Windows.Forms.TextBox
$textBoxServerName.DataBindings.DefaultDataSourceUpdateMode = 0
$textBoxServerName.Location = New-Object System.Drawing.Size(480,20)
$textBoxServerName.Name = &quot;textBox2&quot;
$textBoxServerName.Size = New-Object System.Drawing.Size(100,10)
$textBoxServerName.TabIndex = 0

# Create the OK button.
$okButton = New-Object System.Windows.Forms.Button
$okButton.Location = New-Object System.Drawing.Size(415,250)
$okButton.Size = New-Object System.Drawing.Size(75,25)
$okButton.Text = &quot;OK&quot;
$okButton.Add_Click({ $form.Tag = $textBox.Text; $form.Close() })

# Create the Cancel button.
$cancelButton = New-Object System.Windows.Forms.Button
$cancelButton.Location = New-Object System.Drawing.Size(510,250)
$cancelButton.Size = New-Object System.Drawing.Size(75,25)
$cancelButton.Text = &quot;Cancel&quot;
$cancelButton.Add_Click({ $form.Close() })

$app = New-Object -ComObject Shell.Application
$button2_OnClick=
{
try {

$browseForFolderOptions = 0
if ($NoNewFolderButton) { $browseForFolderOptions += 512 }
$folder = $app.BrowseForFolder(0, $Message, $browseForFolderOptions, $InitialDirectory)
$textbox2.Text = $folder.Self.Path #$selectedDirectory #.FileName.ToString()
}
catch {
[System.Windows.Forms.MessageBox]::Show(
$_.Exception.Message,
&quot;Error&quot;,
[System.Windows.Forms.MessageBoxButtons]::OK,
[System.Windows.Forms.MessageBoxIcon]::Error
)
}

}
$button2 = New-Object System.Windows.Forms.Button
$button2.Location = New-Object System.Drawing.Size(215,20)
$button2.Size = New-Object System.Drawing.Size(50,20)
$button2.Text = &quot;...&quot;
$button2.UseVisualStyleBackColor = $True
$button2.add_Click($button2_OnClick)
# Create the form.
$form = New-Object System.Windows.Forms.Form
$form.Text = $WindowTitle
$form.Size = New-Object System.Drawing.Size(610,320)
$form.FormBorderStyle = 'FixedSingle'
$form.StartPosition = &quot;CenterScreen&quot;
$form.AutoSizeMode = 'GrowAndShrink'
$form.Topmost = $True
$form.AcceptButton = $okButton
$form.CancelButton = $cancelButton
$form.ShowInTaskbar = $true

# Add all of the controls to the form.
$form.Controls.Add($label)
$form.Controls.Add($label2)
$form.Controls.Add($textBox)
$form.Controls.Add($okButton)
$form.Controls.Add($cancelButton)
$form.Controls.Add($textBox2)
$form.Controls.Add($textBoxServerName)
$form.Controls.Add($button2)

# Initialize and show the form.
$form.Add_Shown({$form.Activate()})
$form.ShowDialog() &gt; $null

$srv = $textBoxServerName.Text
$local = $textbox2.Text
$bases = $textBox.Text.Split(&quot;`n&quot;)|%{$_.trim()}
$i=0
foreach ($s in $bases)
{
Write-Progress -Activity &quot;Gerando DACPAC&quot; -status &quot;Gerando DACPAC para $s&quot; -percentComplete ($i++ / $bases.count*100)
$GoBigSon= (C:\&quot;Program Files (x86)&quot;\&quot;Microsoft SQL Server&quot;\110\DAC\bin\SqlPackage.exe /a:Extract /ssn:$srv /sdn:$s /tf:$local\$s$data.dacpac )
}

Como parece de praxe,,, tem uns pequenos bugs:

  • Quando clicar no “…” para mapear o caminho, se não aparecer uma janela pop-up, movimenta a janela do app um pouco para o lado, ela ficou atrás da janela inicial,,, isso é um bug que acontece de vez em quando,,,
  • se vc clicar diversas vezes no “…” ele vai ficar abrindo diversas vezes…
  • ainda não estou tratando outros tipos de entrada no campo texto,,,, você deve colocar um banco abaixo do outro,,,
  • e sim,,, ele fecha a janela quando você clica em OK,,,

Ele ficou até que bem simpático…

gerador dacpac p1

 

Com os campos preenchidos

gerador dacpac p2

 

E tem até barra de status… olha que chique…

gerador dacpac p3

 

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]