Corrompendo um Banco SQL


Qual a necessidade de criar uma base corrompida?

Pra que você precisa desse tipo de coisa?

Você precisa treinar…

Mesmo que saiba o que fazer, é importante treinar para situações complicadas…

É melhor fazer muita tentativa em erro em um ambiente controlado do que no ambiente de produção,,, certo?

Então,,, antes de mais nada… eu sei que você sabe,,, mas não custa nada relembrar,,,

NUNCA FAÇA ISSO EM PRODUÇÃO !!!

Bom,,, com isso em mente,,, vamos começar,,,

1. Vamos criar uma base:

CREATE DATABASE [corrompeu]
GO

2. Vamos alterar o modo de recovery da base:

alter database corrompeu
set recovery full
GO

3. Agora vamos colocar uma tabela:

use corrompeu
GO

create table vendas
(
vendasID int identity,
clienteID int default convert(int, 100000 * RAND()),
vendaData datetime default getdate(),
vendaTotal money
)
GO

4. Adicionamos um índice pra dar gosto…

create clustered index vendaCI on vendas (vendasID)
GO

5. Colocamos uns dados,,,

set nocount ON
GO

declare @conta INT
select @conta = 0
while (@conta < 50000)
begin
    insert into
vendas (vendaTotal)
    values (100*RAND())
    select @conta = @conta +1
end
GO

7. E vamos fazer uns backups

use master
GO

backup database corrompeu
to disk = ‘d:\db01\local\corrompeu_1.bak’
with init
go

backup log corrompeu
to disk = ‘d:\db01\local\corrompeu_2.trn’
go

8. Bom,,, com os backups feitos,,, vamos ver as páginas que foram criadas,,,

dbcc ind (‘corrompeu’,‘vendas’,1)
GO

9. Escolha uma página e coloque no lugar do XXXXX

DBCC TRACEON (3604)
GO
dbcc page
(‘corrompeu’,1,XXXXX,3)

Você deve ver alguma coisa do tipo:

dbcc

A página que eu escolhi foi a 1:493. Meu vendasID vai do registro 24256 até 245000.

Agora começa a ficar legal….

10. Vamos colocar a base offline:

alter database corrompeu
set offline
GO

11. Agora um simples cálculo…

select 493*8192
GO

Temos o número em decimal da localização da página no arquivo .mdf

12. Com esse número vamos utilizar um editor Hexadecimal para achar a linha dentro do arquivo .mdf.

  • Dentro do editor de Hexadecimal, abra o arquivo .mdf (neste caso D:\DB01\Corrompeu.mdf).
  • Clique em “Localizar” e escolha “Ir Para”.
  • Escolha a opção “DEC”, digite ou cole o resultado do cálculo acima e depois cliente em “HEX”, ele vai converter o valor para Hexadecimal.

localizar

  • clique em “OK”
  • Altere a linha onde o cursor esta piscando para 00 (zero-zero), ela vai ficar em vermelho.

alterado

  • Salve o arquivo.

13. Agora dentro do SQL vamos voltar com a base online:

alter database corrompeu
set online
GO

14. Usando o DBCC CHECKDB, vamos ver se a base está realmente corrompida…

dbcc check

Legal,,, temos uma base corrompida…

15. vamos tentar um select na tabela,,, e olha lá o erro,,,

select

Bom,,, legal… temos uma base corrompida,,, e agora?

Agora fica legal… o objetivo é deixar a base operacional sem perder informação… imagine que essa é sua base de produção e justamente essa tabela é a folha de pagamento,,, olha que legal…

Uma dica: tentei fazer o processo de restore no SQL Server Denali CTP 1 e não consegui restaurar apenas a página, tive que remover ela e reinserir os dados através de outra base, fiz o mesmo processo de restore apenas da página no SQL Server 2008 R2 e funcionou sem problema.

Se alguém precisar de ajuda é só deixar o comentário…

ATUALIZAÇÃO:

Segue o link do SkyDrive com a base, backup e o script desse exemplo:

https://skydrive.live.com/?cid=5145b04265f2979d&sc=documents&id=5145B04265F2979D%21171#

T-SQL Tuesday #19 – Disasters & Recovery


E ai? Blz? Neste mês para o T-SQL Tuesday o tema escolhido pelo Sr. (blog | twitter) foi Desastre & Recover…. Que tema chato,,, hehehe,,,

Muitas pessoas – administradores de rede, gerentes, desenvolvedores, dba´s acidentais, etc. – acham que banco de dados é a coisa mais simples do mundo, só serve pra guardar alguma informação e que aquilo vai fica sempre por lá. Esse pessoal não entende que se tem gente que é especialista em administrar banco de dados é porque por algum motivo obscuro isso é importante.

Muitos não dão valor ao trabalho do Administrador de banco até perder alguma coisa, uma boa galera acha que para manter um banco qualquer pessoa consegue, afinal, não tem muito trabalho pra fazer,,,

Ainda bem que existe esse tipo de gente,,, é ainda mais legal quando alguém me liga no meio da madrugada com aquela voz desesperada pedindo ajuda porque o servidor do banco (que era o mesmo do AD, Exchange, FileServer, DHCP) foi pro espaço e eles não estão conseguindo mais recuperar as coisas…

Muitas vezes vejo o pessoal falando sobre seus planos de backup, que contemplam X ou Y e blá blá blá,,, Mas quando pergunto qual o seu plano de recovery o pessoal olha torto e me mostra o plano de backup…

Pessoal,,,, entendam uma coisa,,,, plano de backup é bonito pra não passar feio na frente da diretoria,,, mas ter plano de recovery é o que realmente importa…

Uma coisa que pergunto pro pessoal é: “O quanto de dados você está disposto a perder?”, claro que quase sempre tenho a mesma resposta, ninguém quer perder nada,,,

Hoje em dia existem várias formas de se prevenir quando a perda de informação:

  • Backup
  • Cluster
  • Mirror
  • Log shipping
  • Replicação
  • Etc.

Claro que cada uma delas tem seus custos,,,

Manter os dados acessíveis é importante isso é disponibilidade,,, mas,,, e quando a casa caiu? Alguém aplicou alguma mudança no ambiente e apagou um monte de registro que não deveria? O storage deu rebuild da LUN e apagou todos os seus discos,,, o Windows deu tela azul…

Iai? É nessa hora que você vai descobrir que seu robô de backup não consegue ler as fitas,,, ou que o software de backup não fazia backup justamente daquela unidade ou base que você precisa… ou mais legal, quase todo o dia você cancelava a rotina de backup porque ela entrava no horário de produção, ai não fazia backup das principais bases…

Neste caso,,, parabéns !!! troca de cidade, apaga essa empresa do currículo, sai correndo,,,

Plano de desastre & recovery é igual a seguro de carro,,, você faz pra não usar,,, mas quando precisa e ele falha o que faz? Chora? Troca?

A pior coisa que pode acontecer em um momento de crise é o pânico. Mantenha a calma, com certeza vão ter pessoas desesperadas correndo que nem baratas tontas tentando qualquer coisa que lembrar ou encontrar na internet.

Lembre-se: você tem que ser assertivo, se você fez a lição de casa não existe situação que não pode ser contornada.

Seu supervisor/gerente/diretor tem que ter maturidade de segurar todas as buchas enquanto você se foca em colocar em ação o plano de desastre.

Uma dica, noticia ruim se dá na hora. Perdeu? Perdeu,,, não da pra recuperar? Já era? Avisa logo…