Contar VLF

Esse script é bem simples, ele vai acessar todas as bases da instância e vai contar quantos VLF´s existem em cada base.
Nada muito complexo.
Qual a importância disso? Muitos VLF´s podem acarretar em um restore muito lento, ou uma inicialização da base muito demorada.
Isso acontece, em muitos casos, por crescimento desordenado do transaction log (crescimento em porcentagem, ou em tamanhos pequenos).
Podemos colocar da seguinte forma: Falta de planejamento e atenção.
Quer saber mais sobre VLF? esse vídeo é bem legal.
Existe alguma forma de corrigir isso? Claro… Não é bonito…
Vamos fazer um quiz, coloquem um comentário com a maior quantidade de VLF´s que vocês tem no ambiente…


CREATE TABLE #temp (
 RecoveryUnitID VARCHAR(255) --essa coluna só existe a partir do 2012, comente esta linha se for executar do 2008r2 para traz
 , FileID VARCHAR(255)
 , FileSize VARCHAR(255)
 , StartOffset VARCHAR(255)
 , FSeqNo VARCHAR(255)
 , [Status] VARCHAR(255)
 , Parity VARCHAR(255)
 , CreateLSN VARCHAR(255)
 )

CREATE TABLE #DBCCResults (
 ServerName VARCHAR(255)
 , DBName VARCHAR(255)
 , VLF bigint
 )

EXEC master.dbo.sp_MSforeachdb
 @command1 = 'USE ? INSERT INTO #temp EXECUTE (''DBCC LOGINFO'')'
 , @command2 = 'INSERT INTO #DBCCResults SELECT @@SERVERNAME, ''?'', count(1) FROM #temp'
 , @command3 = 'TRUNCATE TABLE #temp'

 SELECT DISTINCT
 ServerName
 , DBName
 , VLF
 FROM #DBCCResults
 ORDER BY 3 DESC

 DROP TABLE #temp, #DBCCResults;
Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

2 thoughts on “Contar VLF

  1. Leka, só uma ressalva, no 2008 r2 e anteriores o LOGINFO não retorna a coluna “RecoveryUnitId”.
    Quanto a grandes números de VLF, já achei até 4000, todos minúsculos….

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *